11. Uma Química Analítica "Mais" Integrada!

...Nos anos recentes, o desenvolvimento de novas estratégias de amostragem, tratamento de amostras e exploração dos dados , através de pesquisas em amostragens de campo, procedimentos por microondas e quimiometria, em adição à revolução da metodologia analítica proveniente do desenvolvimento dos conceitos de análise em fluxo e análises de processos, oferece uma ligação entre a moderna instrumentação e problemas sociais ou tecnológicos.

A abordagem integrada da Química Analítica significa a necessidade de incorporar corretamente os desenvolvimentos em todos os campos da química básica, instrumentação e teoria da informação , em um esquema que considere todos os aspectos da obtenção e interpretação dos dados, levando ainda em consideração os efeitos paralelos das medidas químicas....

Miguel de la Guardia (J. Braz. Chem. Soc., Vol. 10, No. 6, 429-437, 1999.)

11.1. Desafios

Questões importantes a serem consideradas no dia a dia de um laboratório de análises (químicas, físico-químicas, biológicas etc).

O constante dilema entre o Ideal e o Possível.

Figura 57. O Difícil Equilíbrio.

Como anda esse equilíbrio?

É importante que todos os envolvidos no processo de geração de um resultado analítico, solicitante, gestor e executante, tenham em mente que a urgência para a geração de um resultado fora das condições ideais, pode às vezes ser justificável, entretanto não deve servir de pretexto para se postergar indefinidamente o dispêndio de recursos em busca das condições ideais.

Mas para que essa avaliação possa ser feita de forma consistente é importante se quantificar os limites de tolerância para a incerteza e a precisão associada aos resultados analíticos em função daquilo que se pretende fazer com os resultados de uma análise.

Por isso, não podemos estabelecer, a priori os limites de qualidade (incerteza, precisão, robustez etc) que um procedimento analítico deve possuir, isso vai depender do destino final do resultado de uma análise, ou seja, as perguntas que precisam ser respondidas.

No entanto, quanto maior a exatidão e a precisão de um resultado analítico, podemos dizer que mais útil é o resultado, na medida que ele poderá servir para responder outras perguntas que sejam elaboradas mais tarde, para outras demandas!.

Figura 58. O Ideal e a Realidade.

11.2. Palavras-Chave na Química Analítica "Mais" Integrada!

Rastreabilidade - Controle cuidadoso de todas as etapas do processo analítico, desde a coleta até a emissão do resultado.

Amostragem em campo, análise em fluxo contínuo, sensores e hifenação de técnicas (associação de técnicas de separação e determinação).

Figura 59. Sistema em fluxo contínuo para amostragem, pré-tratamento, pré-concentração e análise em campo.(J. Braz. Chem. Soc., Vol. 10, No. 6, 429-437, 1999.)

Microondas no pré-tratamento de amostras - O uso simultâneo de microondas e ácidos e/ou reagentes apropriados, abre novas possibilidades de especiação em amostras sólidas.

Figura 60. Fontes de energia para a solubilização de amostras.(J. Braz. Chem. Soc., Vol. 10, No. 6, 429-437, 1999.)

Redução da geração de resíduos tóxicos de análise pelo tratamento e reuso dos resíduos, substituição de reagentes por alternativas com menor toxicidade, redução das etapas de pré-tratamento de amostra ou reciclagem de solventes.

Figura 61. Proposta de um sistema fechado para recuperação de CCl4(Tetracloreto de Carbono) utilizado como solvente em Espectroscopia de Infra-Vermelho(J. Braz. Chem. Soc., Vol. 10, No. 6, 429-437, 1999.)

Automação e monitoramento em tempo "real" com o uso de sensores, sistemas de análise em fluxo ou microsistemas de análise, permitindo detectar, praticamente no mesmo instante, a variabilidade de parâmetros ao longo do tempo.

Redução do tempo e custos de análise - Precisa justificar? :^)

Figura 62. Sistema típico de Análise por Injeção em Fluxo-AIF (FIA em inglês) com fotodegradação simultânea dos resíduos orgânicos.(J. Braz. Chem. Soc., Vol. 10, No. 6, 429-437, 1999.)

Especiação - Informações sobre como uma dada espécie química está presente no meio e não apenas sobre a concentração total. Importante para se avaliar efeitos tóxicos e as melhores formas de tratamento. Ex: metal livre X metal complexado.

Quimiometria: Uso de técnicas estatísticas desde o planejamento da coleta e do experimento e a interpretação dos resultados.